100 Perguntas & Respostas sobre o Socialismo: IX. A Questão Agrária ea libertação dos camponeses no Mundo Semi-Colonial

 

 

84. São os camponeses do mundo semi-colonial oprimidos?

 

A grande maioria dos camponeses nos países semi-coloniais ou possuem apenas um pequeno pedaço de terra ou mesmo nenhuma terra. Existe apenas uma pequena minoria de classe média e ricos camponeses. As pequenas prroprietários  e sem-terra camponeses são explorados por grandes corporações agro-industriais(por exemplo, a Monsanto), explorados pelos os bancos (através de altas taxas de juros para empréstimos) ou por grandes proprietários de terras. O RCIT considera o  camponês pequeno proprietário  e sem-terra como um importante aliado da classe operária na luta pela revolução.

 

 

 

85. São os camponeses uma classe revolucionária?

 

Eles são uma classe revolucionária na medida em que eles estão prontos para lutar contra as agro-corporações e grandes proprietários de terras, bem como  contra os bancos e o Estado capitalista. No entanto, eles não podem lutar de forma independente, mas apenas sob a liderança da classe trabalhadora. Eles também tendem a ter tendências conservadoras e individualistas e a se concentrar em ganhar um pedaço de terra para si próprios.

 

 

 

86. O que a revolução socialista oferece aos camponeses?

 

Quando a classe operária tomar o poder  vai liberar imediatamente os camponeses do jugo dos bancos, das agro-corporações e dos grandes proprietários de terras. Vai abolir todas as dívidas dos camponeses, expropriar os grandes proprietários de terras, e nacionalizar a terra, a fim de distribuí-lo para os camponeses pequenos e sem-terra  para que eles possam usá-lo para fins produtivos.