OS SLOGANS-CHAVES PARA A REVOLUCIONÁRIA LUTA DE CLASSES

 

25.          Os mais importantes slogans para os atuais focos de conflito de luta de classes no Mundo Árabe são:

* Defender o Iêmen contra a gangue de agressores de al-Saud! Apoiar a resistência liderada pelos rebeldes Houthis enquanto, ao mesmo tempo, não dar qualquer apoio político às suas lideranças! Não ao retorno do reacionário lacaio “presidente” al-Hadi! Por um movimento de massas que unifique os trabalhadores sunitas e os xiitas e os camponeses, baseados na solidariedade e respeito por todos os grupos! Pela criação de Conselhos Populares e Milícias Armadas para defender o Iêmen contra a agressão e avançar para a Segunda Revolução! Construir um Partido independente operário revolucionário para lutar por uma liderança revolucionária nos milícias e conselhos populares de ação!

* Defender o povo palestino contra Israel, o estado sionista de Apartheid! Em qualquer conflito defendemos uma vitória militar da resistência palestina e pela derrota de Israel! Por uma campanha popular de boicote Internacional dos Trabalhadores contra Israel! Nenhum apoio político para a liderança colaboracionista dos partidos palestinos de Abbas / Fatah ou para a liderança burguesa do Hamas! Pelo direito irrestrito de retorno para todos os palestinos e seus descendentes que foram expulsos pelos sionistas desde 1948! Por uma Livre e Vermelha Palestina desde o rio até o mar! Não ao reconhecimento do estado sionista defendido pelo Partido reformista da Esquerda Europeia, pelos estalinistas ou pelo CWI liderado por Peter Taaffee!

* Abaixo a ditadura militar do general Sisi no Egito! Apoiar as greves e protestos em massa contra a ditadura! Defender a Irmandade Muçulmana contra a repressão, mas não dar apoio político para sua liderança burguesa! Denunciar o apoio do Partido Comunista Egípcio para o regime Sisi! Que vergonha para esses pseudo-revolucionários que não condenaram o golpe de Estado em 3 de julho de 2013 e que falharam em defender os protestos em massa liderada pelos islamitas, quando milhares deles foram abatidos pelo exército!

* Apoiar a revolução na Síria! Abaixo o regime Assad, um fantoche do imperialismo russo! Não a qualquer intervenção do imperialismo americano e da União Europeia! Não a qualquer colaboração com os imperialistas! Apoiar os rebeldes contra o regime de Assad, mas sem dar apoio político para a pró-ocidental FSA ou paras as lideranças islâmicas! Pelos conselhos populares e milícias operárias para organizar a guerra civil contra a ditadura Assad! Pelas brigadas internacionais de solidariedade! Defender o direito dos curdos à sua auto-determinação nacional!

* Defender a insurreição popular sunita contra o exército iraquiano! Abaixo o sectarismo reacionário! Expulsar as forças do EI-Daash (Estado Islâmico) para fora do movimento de resistência! Defender o povo curdo e o povo Yazidi contra as forças de do Estado Islâmico! Apoiar ao direito de auto-determinação do povo curdo! Por um Curdistão unido e socialista!

* Barrar a contra-revolução da velha elite na Tunísia! Nenhum apoio ao governo burguês pró-imperialista liderado por Nidaa Tounes ou ao burguês partido Ennahda! Não ao terrorismo salafista (Estado Islâmico) os socialistas não devem formar alianças com grupos de pequeno-burgueses nacionalistas como testemunhamos no caso do Front Populaire pour la réalisation des objectifs de la revolução (Frente Popular pela Realização de Objetivos da Revolução (al-Jabha)! Por um Partido dos Trabalhadores independentes com base em um programa revolucionário!

* Derrotar o General Haftar e sua camarilha pró-imperialista na Líbia! Lutar contra as tentativas das potências imperialistas e seus lacaios em trazer a Líbia sob seu controle e para aniquilar as conquistas da revolução democrática inacabada contra a ditadura Gaddafi! Embora atualmente o principal inimigo seja a pró-imperialista camarilha do General Haftar, os socialistas devem trabalhar pela a formação de conselhos populares e milícias que sejam independentes dos islamitas!

* Abaixo a cruzada de Obama no Oriente Médio! Derrotar a intervenção militar do imperialismo estadunidense e seus aliados em todos os países (Afeganistão, Iraque, Síria, Iêmen, Somália, etc.)! Ficar ao lado com a luta de resistência contra a guerra de agressão liderada pelos Estados Unidos, mesmo que seja liderada por forças islâmicas! Mas não dar nenhum apoio político a essas lideranças! Pela luta de massas independente liderada pela classe trabalhadora contra os imperialistas e seus lacaios! Denunciar os social-democratas, os stalinistas e centristas que ora apoiam a guerra imperialista de agressão ora permanecem neutros!

* Derrotar as guerras coloniais do imperialismo francês no Mali e na República Centro Africana! Solidariedade com a resistência, ao mesmo tempo não dando nenhum apoio político suas lideranças islâmicas pequeno-burguesas! Denunciar a recusa do "Partido Comunista Francês-PCF" em votar no parlamento (em 2015/01/14) contra a extensão da participação da França na guerra imperialista no Iraque!

* Pelas mobilizações de massa internacionais para derrotar a agressão dos Estados Unidos! Pelas manifestações, greves e ações diretas nos países que participam da cruzada de Obama no Oriente Médio e em todos os outros países!

* Barrar o racismo islamofóbico contra os imigrantes muçulmanos na Europa e na América do Norte! Defender os muçulmanos contra os ataques racistas! Pelas unidades de auto-defesa de muçulmanos e trabalhadores não-muçulmanos e jovens para defender os locais dos imigrantes, as escolas e as mesquitas! Remover a proibição de usar o hijab ou burca!

* França: Não à "l'unité nationale" (Unidade Nacional) com o Governo Hollande e os capitalistas! Abaixo o Estado Policial! Não ao envio de soldados nas ruas da França! Denunciar o apoio do PCF às manifestações de"unidade nacional" no dia 11 de janeiro!

* "Je ne suis pas Charlie" - Nós NÃO somos Charlie! Opor-se ao terrorismo individual, como o ataque ao escritório da revista francesa Charlie Hebdo! Mas nenhuma solidariedade com o sexismo da Charlie Hebdo, nem com o seu racismo contra os muçulmanos e sua religião! O movimento dos trabalhadores deveria boicotar a distribuição de Charlie Hebdo - não transportar, não vender, e não comprar esta revista! Não à solidariedade dos partidos de esquerda (PCF, FDG, NPA, LO) para com a revista racista Charlie Hebdo!

* Abrir as fronteiras aos refugiados! Não às fortalezas (para barrar entrada de imigrantes) da União Europeia e dos Estados unidos! Os movimentos de trabalhadores e todas as forças democráticas devem sabotar o regime de patrulha de fronteiras no sentido de ajuda os refugiados a entrar na Europa e na América do Norte! Por um programa público de emprego para prover os refugiados com trabalho e habitações financiada pela enorme riqueza dos super-ricos!

* Direitos plenos e iguais para os imigrantes! Por salários iguais aos dos nativos! Apoiar o direito dos imigrantes de usar a sua língua nativa na administração pública e nas escolas! Pelo pleno direito de votos para os imigrantes não importando qual seja o seu passaporte!

* Por uma república de operário e camponeses e uma federação socialista do Oriente Médio!

* Adiante na construção de partidos operários revolucionários como parte de um novo Partido Mundial da Revolução Socialista!

 

Free Homepage Translation