Defender os direitos dos refugiados! Apoiar a revolução árabe! Derrotar o Chauvinismo e o imperialismo da UE!

Carta aberta a todas as organizações revolucionárias e ativistas por uma Campanha de Solidariedade Internacional

Lançada pela Corrente Comunista Revolucionária Internacional (CCRI), 22/05/2016, www.thecommunists.net

 

Camaradas, companheiros e companheiras!

 

Estamos vivendo em um período em que as forças da reação estão ganhando mais e mais força. Governos imperialistas na UE estão construindo muros para impedir a entrada de refugiados dentro continente e, a partir de que estejam dentro, impedir a sua livre circulação, aumentado pelo terrorismo de estado contra aqueles que conseguiram; eles impõem regimes de “estado de emergência” e lançam guerras no Norte de África e no Oriente Médio. Forças sionistas lançaram uma ofensiva na Europa para criminalizar e pressionar ativistas que expressam solidariedade com a luta de libertação palestina. Ao mesmo tempo, as forças racistas de extrema-direita estão a atingir grandes ganhos nas eleições. Nos países árabes, o processo revolucionário foi colocado na defensiva e as grandes potências (EUA, UE e Rússia) estão tentando liquidar a revolução síria por quaisquer meios necessários. E o racista, Estado de apartheid de Israel continua a esmagar jovens heroicos palestinos com força bruta.

 

Vergonhosamente, forças de esquerda reformistas, como o ex-stalinista Partido da Esquerda Europeia (PCF na França, LINKE na Alemanha, SYRIZA na Grécia, etc.), nem apoiam esses ataques ou não levantam um dedo para se mobilizar contra esta ofensiva reacionária. Isto sublinha uma vez mais a extrema urgência para os revolucionários autênticos de se unir a fim de reforçar a luta para construir um novo partido mundial da revolução socialista.

 

Em tal situação, é urgente que os revolucionários na Europa, África e Oriente Médio, bem como em outras partes do mundo, unam forças para lutar contra esta ofensiva contra-revolucionária. Assim, o CCRI propõe a todas as organizações revolucionárias e ativistas a lançar uma campanha internacional conjunta de solidariedade em torno das seguintes exigências:

 

* Defender a revolução árabe contra seus inimigos estrangeiros e domésticos! Abaixo os regimes reacionários na Síria, Egito, as monarquias do Golfo, bem como o regime na Tunísia! Defender o Iêmen contra a agressão saudita! Esmagar o imperialista estado de apartheid de Israel - vitória para a resistência palestina!

 

* Solidariedade internacional com a contínua revolução síria! Continuar a luta até que todo o aparato de Estado baathista seja esmagado! Abaixo com as intervenções militares da Rússia e da OTAN! Não para qualquer solução negociada pelas grandes potências! Pelo direito do povo curdo à auto-determinação nacional! Abaixo o reacionário Daesh (Estado Islâmico)!

 

* Abaixo com as agressões imperialistas e guerras! No Afeganistão, Iraque, Síria, Iêmen, Líbia, Mali e Somália: Derrotar a OTAN imperialista e as forças russas e seus aliados locais! Nós estamos do lado daqueles que resistem aos invasores imperialistas, mas não damos apoio político para as forças nacionalistas ou islâmicas!

 

* Lutar contra o chauvinismo e o militarismo na Europa! Abrir as fronteiras aos refugiados! Suspender o estado de emergência na França! Não ao envio de exércitos nacionais nas ruas da Europa! Defender os migrantes muçulmanos contra o racismo islamofóbico! Não à criminalização dos ativistas de solidariedade pró-Palestina! Por uma frente única de organizações de massa dos movimentos dos trabalhadores e imigrantes expulsar as forças racistas e fascistas das ruas!

 

* Igualdade de direitos para os imigrantes! Igualdade de salários e plenos direitos de cidadania! Igualdade para os imigrantes e as línguas das minorias nacionais na educação e administração pública! Por um programa de obras públicas, com postos de trabalho para todos os refugiados e todos os trabalhadores nativos desempregados! Trabalhadores nativos e os migrantes - lutar juntos contra o inimigo comum: a classe dominante na UE e na Rússia e as ditaduras no Oriente Médio e na África!

 

É urgente para os revolucionários lutarem dentro das organizações de massas da classe trabalhadora e dos oprimidos - mesmo que elas sejam frequentemente conduzidas por forças reformistas - a fim de colocar pressão sobre elas para se juntar à luta por essas demandas.

 

Naturalmente, como marxistas, combinamos um tal programa focado com uma perspectiva socialista que luta pela derrubada revolucionária dos regimes capitalistas e pela fundação repúblicas de trabalhadores es camponeses.

 

Se você concorda com o esboço fundamental destas posições revolucionárias e perspectivas, nós pedimos que você entre em contato conosco para que possamos discutir e decidir em conjunto como lançar uma campanha. Por exemplo, o Dia Mundial dos Refugiados em 20 de junho pode ser uma excelente oportunidade para um dia internacional de ação.

 

Nós incentivamos as organizações e ativistas que compartilham a visão geral desta Carta Aberta em contatar-nos e enviar-nos as suas ideias e críticas para que possamos tomar medidas concretas para discussão conjunta e colaboração: rcit@thecommunists.net

O RCIT tem seções e militantes no Paquistão, Sri Lanka, Iêmen, Tunísia, Israel / Palestina ocupada, Brasil, Grã-Bretanha, Alemanha, os EUA, e Áustria.

Para uma visão mais ampla e geral de pontos de vista do CCRI, nós recomendamos para aqueles que estão interessados em nosso site www.thecommunists.net. Em particular, queremos chamar a atenção para os seguintes documentos CCRI:

* http://www.thecommunists.net/home/portugu%C3%AAs/declaracao-primeiro-de-maio-2016/

* http://www.thecommunists.net/home/portugu%C3%AAs/carta-aberta/

* http://www.thecommunists.net/home/portugu%C3%AAs/manifesto-comunista-revolucion%C3%A1rio/

 

Free Homepage Translation