Defender o Iraque contra outra Agressão do Imperialismo Americano!

Apoiar o direito aos curdos à Autodeterminação contra Estado Islâmico! Unir a luta contra o ataque dos Estados Unidos junto com a resistência palestina contra Israel!

Declaração da Corrente Comunista Revolucionária Internacional (RCIT), 09/08/2014. www.thecommunists.net, http://www.elmundosocialista.blogspot.com.br/2014/08/defender-o-iraque-contra-outra-agressao.html

 

1.            A administração Obama anunciou uma outra intervenção militar do imperialismo dos EUA no Iraque. Lançou ataques aéreos contra as forças avançadas do extremo Estado Islâmico Salafista (IS), que estão avançando no Norte do Iraque. Os acontecimentos recentes são uma poderosa confirmação do fracasso total da agressão dos Estados Unidos contra o Iraque, em 2003, e a seguinte ocupação que durou até 2011 A decisão do governo norte-americano reflete a tentativa desesperada de impedir o declínio de sua influência no Oriente Médio e para recuperar o controle sobre o Iraque.

2.            A Corrente Comunista Revolucionária Internacional (RCIT) confirma a sua análise e táticas conforme descrito na sua recente resolução sobre a rebelião sunita (veja Iraque: Defender a rebelião sunita contra o Regime Maliki e o Imperialismo dos EUA abaixo com todo Reacionário sectarismo religioso Por uma republica de! operários e Camponeses, 2014/06/22). Chamamos pela a derrota militar do imperialismo norte-americano. Nós apoiamos a resistência militar de todas as forças iraquianas - até mesmo do arqui-reacionári Estado Islâmico EI - contra a agressão dos Estados Unidos. Nós chamamos o movimento internacional dos trabalhadores e das organizações dos povos oprimidos para se mobilizar contra essa guerra com manifestações, greves, ações diretas contra os militares dos EUA, etc.

3.            O RCIT também confirma seu apoio à rebelião sunita contra o regime sectário burguês-islâmico xiita de Nouri al-Maliki. As últimas semanas têm sublinhado o apoio poderoso e amplo dos sunitas iraquianos pela rebelião. No entanto, nas últimas semanas, também confirmaram o caráter reacionário do Estado Islâmico. Sua repressão brutal contra as minorias religiosas, como os cristãos e yazidis, bem como contra todas as outras tendências entre a comunidade sunita provocou o ódio justificado entre muitas pessoas. Nós nos opomos ao avanço do EI contra os territórios curdos e defendemos a resistência curda.

4.            A oposição contra a intervenção norte-americana no Iraque renovada deve ser combinada com o apoio à heróica resistência do povo palestino contra a agressão contínua do Estado de Israel em Gaza. Por uma campanha internacional de solidariedade com o povo palestino, incluindo ajuda financeira, médica e militar para as pessoas em Gaza! Pelas Brigadas Internacionais de voluntários para apoiar a resistência palestina contra o poderoso exército de Israel - como o movimento de trabalhadores fizeram em solidariedade com a resistência antifascista na Espanha na década de 1930! Por uma campanha de boicote internacional contra Israel!

5.            Os ataques militares se aproximando do imperialismo norte-americano contra o EI têm mostrado mais uma vez a estupidez dos vários pseudo "anti-imperialistas" que denunciam a resistência síria (incluindo o EI) contra a ditadura de Assad como "agentes da CIA". Tais teorias conspiratórias provam mais uma vez sua incapacidade de compreender as contradições das lutas em curso dos oprimidos.

6.            Embora a luta contra o imperialismo possa forçar os socialistas a defender até mesmo forças reacionárias, como o Estado Islâmico, contra a agressão dos Estados Unidos, é urgente chamar para a formação de milícias não sectárias de trabalhadores e camponeses independentes. Elas devem lutar contra a agressão dos Estados Unidos, o regime de Maliki, bem como defender outros grupos contra os ataques brutais por parte do EI. Igualmente elas devem se esforçar para unir os trabalhadores e camponeses das comunidades sunitas, xiitas e curdas. O objetivo deve ser a formação de uma república de trabalhadores e camponeses, bem como uma federação socialista do Oriente Médio. Tal perspectiva deve ser uma parte crucial do programa de partidos revolucionários na região, bem como de uma nova Internacional operária revolucionária (que em nossa opinião será a Quinta Internacional).

* Abaixo a qualquer intervenção militar do imperialismo norte-americano! Apoiar os insurgentes contra qualquer intervenção militar do imperialismo norte-americano! Pelas mobilizações internacionais para derrotar a agressão dos Estados Unidos!

* Defender a insurreição popular sunita contra o exército iraquiano!

* Abaixo o sectarismo reacionário! Conduzir as forças do Estado Islâmico para fora do movimento de resistência!

* Defender o povo curdo e Yazidi contra as forças do Estado Islâmico! Apoio ao direito de autodeterminação do povo curdo! Por um Curdistão unificado e socialista!

* Defende Gaza! Derrotar Israel! Por uma campanha de boicote internacional contra Israel! Por uma Palestina livre e vermelha!

* Vitória da revolução síria contra o regime de Assad!

* Pelas ações conjuntas dos conselhos e milícias de trabalhadores sunitas, xiita, curdos e camponeses!

* Expropriar os proprietários estrangeiros da indústria petrolífera iraquiana sem indenização! Nacionalizar todas as empresas de petróleo, as grandes empresas industriais e de telecomunicações e bancos fiquem sob controle dos trabalhadores!

* Para um governo dos trabalhadores e camponeses! Por uma federação socialista do povo do Oriente Médio!

 

Secretariado Internacional da RCIT

 

Free Homepage Translation