CCR: IMPEDIR O AUMENTO DAS TARIFAS DE TRANSPORTE PÚBLICO

ESTATIZAR AS EMPRESAS DE TRANSPORTE SOB CONTROLE DOS TRABALHADORES

CCR-CORRENTE COMUNISTA REVOLUCIONÁRIA (RCIT Brasil), 9.1.2015, www.elmundosocialista.blogspot.com.br/

 

Assim como em outras capitais e grandes cidades do país, o prefeito de São Paulo, Fernando Haddad- do PT- já confirmou que a tarifa de ônibus em São Paulo vai aumentar no início de janeiro. O governador Geraldo Alckmin-PSDB, por sua vez, afirmou que as passagens do Metrô e da CPTM acompanham o aumento de preços dos transportes da prefeitura. Após as eleições os partidos que fazem oposição entre si, se unem para atacar os trabalhadores e estudantes, principalmente os moradores das periferias. Movimentar-se pela cidade, algo pelo qual não deveríamos ter que pagar, agora vai custar R$ 3,50 – e pra quem usar metrô e ônibus, o valor subirá para R$ 5,45.

Cada vez que a tarifa sobe, aumenta o número de trabalhadores excluídos do transporte coletivo. Entre nós, trabalhadores/estudantes e o nosso direito que é a locomoção pela cidade existe uma catraca que cobra cada vez mais caro. A elite burguesa determina que ninguém precisa sair da periferia ao centro a não ser para trabalhar ou – se tiver dinheiro – para consumir. Além disso, obrigam os trabalhadores a pagar por ônibus lotados e mal-conservados.

Como sempre, a prefeitura alega que o aumento é inferior à inflação do período. Mas um direito NÃO pode ser medido Pela inflação! O direito de se locomover não deve ter preço. Transporte não é mercadoria!

Cobrar pelo transporte – que deveria ser público de verdade – e ainda aumentar esse preço é uma escolha política pela exclusão dos trabalhadores e estudantes em favor do lucro dos empresários de ônibus.

Por isso, a importância desse 1º GRANDE ATO CONTRA O AUMENTO TARIFA, com concentração a partir das 17h em frente ao Teatro Municipal (próximo ao metrô Anhangabaú e do terminal Bandeira).

* Impedir qualquer aumento das tarifas! Tarifa zero para todos já!

* Pela estatização do transporte público sob controle dos trabalhadores!
Free Homepage Translation