1º de maio 2014: A única maneira de avançar a luta pela Libertação dos Trabalhadores e oprimidos - Revolucionários Mantenham-se unidos!

Declaração Conjunta da Corrente Comunista Revolucionária Internacional (RCIT-em inglês, Paquistão, Sri Lanka, Israel/Palestina Ocupada, Brasil, EUA e Áustria), a Esquerda Comunista da Austrália e do Editor do Blog vansterparlan.v-blog.se (Suécia), abril 2014

 

 

As organizações abaixo assinadas enviam seus cumprimentos do dia 1º  de Maio a todos os combatentes pela libertação da classe trabalhadora  e dos povos oprimidos de todo o mundo. Vivemos em um mundo de crescente rivalidade inter-imperialista, levantes revolucionários, e de ameaças contra-revolucionárias. Neste período da história, tão revolucionário em sua natureza, que teve início em 2008, com início da Grande Recessão, é mais urgente do que nunca  unir todos os revolucionários autênticos e construir novos partidos verdadeiramente revolucionários em todo o mundo, e esforçar-se para a fundação da Quinta Internacional dos Trabalhadores.

Este novo Partido Mundial da Revolução Socialista deve ser construído como uma alternativa clara e inequívoca em relação às lideranças atuais oficiais de vários campos – São eles os traiçoeiros burocratas trabalhistas, os  líderes dos partidos social-democratas, os chefes de partidos stalinistas, o bolivarianismo, os partidos que representam o nacionalismo pequeno-burguês e os partidos com base no islamismo. Essas lideranças atuais, consciente ou inconscientemente enganam os trabalhadores e oprimidos. Para substituir essas lideranças é, em primeiro lugar,  a clara  necessidade de denunciá-los abertamente. No entanto, ao mesmo tempo, é absolutamente necessário para os revolucionários  lutarem dentro de movimentos de massa existentes e aplicar a tática da frente  em relação a  suas lideranças.

No contexto das lutas de classes complexas de hoje e acontecimentos políticos mundiais, os revolucionários só pode lutar pela liderança da luta de libertação se propuserem as táticas corretas e um programa claramente definido. Uma e outra vez, temos visto que todas as organizações centristas, que se propõem a representar uma liderança alternativa, falharam miseravelmente em suas avaliações sobre de que lado ficar  quando as barricadas são armadas. Em um mundo de crescente rivalidade imperialista e enorme polarização de classes, apenas uma organização revolucionária internacional baseada em um programa sólido e abrangente de  quadros da  classe operária internacionalista pode levar a classe  ao longo do caminho correto para a revolução socialista.

Como revolucionários, tomamos as seguintes defesas  sobre candentes acontecimentos  atuais em âmbito internacional:

* Abaixo o governo de direita da Ucrânia, um governo em que as forças fascistas participam ativamente e que é apenas um fantoche do imperialismo EUA e da UE! Esmagar os fascistas! Nenhum apoio para qualquer facção de oligarcas - nem pró-Ocidente nem pró-russa! Não à intervenção imperialista da Rússia na Crimeia! Ao mesmo tempo, defender o direito da população da Criméia a se juntar a Rússia! Por igualdade de direitos e do direito de auto-determinação nacional para todas as minorias nacionais, como os russos na Ucrânia e os tártaros da Criméia!

* Abaixo todos os grandes potências imperialistas - EUA, UE, Japão, China e Rússia! Nenhum apoio a qualquer campo imperialista! Na Ucrânia, no Leste da Ásia, e em qualquer outro conflito militar entre esses poderes ou seus fantoches, os socialistas devem incansavelmente lembrar aos trabalhadores: O principal inimigo está em casa! Transformar  a guerra imperialista em guerra civil contra sua própria classe dominante!

 

* Derrotar as provocações semi-fascistas na Venezuela! Defender a  Venezuela contra o imperialismo dos EUA! Abaixo o novo "Pacto de Punto Fijo"! Mobilizar a classe trabalhadora contra os ataques do governo Maduro! Que a classe trabalhadora rompa com a  liderança Bolivariana, que defende o sistema capitalista e colabora com China imperialista! Por um partido operário   independente que tenha como base um programa revolucionário!

* Apoiar os protestos em massa no Brasil contra a corrupção, a inflação e os gastos do dinheiro público que beneficiam os ricos! Pela  auto-defesa organizada contra a repressão policial! Lutar  dentro dos sindicatos para o rompimento com o PT, e construir um novo partido dos trabalhadores com base em um programa revolucionário!

* Abaixo a ditadura militar do general Sisi no Egito! Apoiar as greves e protestos em massa contra a ditadura! Defender a Irmandade Muçulmana contra a repressão, mas não dar nenhum  apoio político para sua liderança burguesa! Denunciar o apoio do Partido Comunista Egípcio para o regime Sisi!

* Apoiar a revolução na Síria! Abaixo o Regime de Assad-, um fantoche do imperialismo russo! Não a  qualquer intervenção dos imperialismos dos EUA e da UE! Não para Genebra 2 em as negociações  estão preparando o terreno para o rifar da luta de libertação! Não à liderança FSA pró-ocidental e não à liderança islâmica! Pela formação de  conselhos populares e milícias de  trabalhadores  para organizar a guerra civil contra a ditadura Assad! Pelas brigadas de solidariedade internacional!

* Defender o povo palestino contra Israel, o estado sionista praticante do Apartheid! Em qualquer conflito  defendemos uma vitória militar da resistência palestina e a derrota de Israel! Nenhum apoio político para a liderança colaboracionista de Abbas / Fatah ou  para a liderança reacionária do Hamas  . Por uma Palestina vermelha  desde o rio até o mar!

* Apoiar o movimento de protesto democrático contra o regime de Erdogan na Turquia! Nenhum apoio para o movimento igualmente reacionária de Fethullah Gulen ou para o CHP! Pelo direito de auto-determinação nacional do povo curdo, incluído o seu direito por um Estado independente!

* Pela vitória da Revolução bósnia! Apoiar o esforço multinacional dos trabalhadores e dos pobres na Bósnia contra as políticas de austeridade capitalistas! Expulsar as tropas de os EUA / UE, bem como expulsar  as instituições de ocupação colonial dos imperialistas! Não para as ameaças imperialistas da ONU em Den Haag! Colocar Karadzic, Mladic, e sua laia - os organizadores da guerra genocida de 1992-1995 contra o povo da Bósnia - perante tribunais operários e camponeses, um tribunal composto por famílias e amigos das vítimas da guerra genocida! Pela formação de conselhos populares e milícias de  trabalhadores ! Por uma República da Bósnia e Herzegovina operária e independente como um passo em direção a uma federação socialista dos povos dos Balcãs!

*Trabalhadores e oprimidos  unam-se para lutar contra a imposição do imperialismo dos  pacotes de austeridade e lutem contra o fascismo na Grécia! Lutar pela igualdade de direitos para os imigrantes oprimidos nacionalmente e pela camada super-explorados da classe trabalhadora grega! Nenhuma ilusões nos partidos reformistas! Por um governo dos trabalhadores baseado em  conselhos e milícias  da classe  trabalhadora ! Construir um partido comunista revolucionário!

* Apoiar os protesto em massa na Espanha contra o ataque ao direito das mulheres ao aborto! Por um movimento revolucionário da classe trabalhadora das mulheres! Defender os direitos dos povos catalães e bascos em  formar estados independentes!

* Abaixo as agressões imperialistas e as ocupações! No Afeganistão, Mali, Somália, Irã e Coreia do Norte, derrotar as forças da OTAN imperialistas e seus aliados locais! Defender aqueles que resistem aos invasores imperialistas! Nenhum apoio político para os  nacionalistas, os islâmico, ou  as forças estalinistas!

* Não para os controles nas fronteiras dos países  imperialistas que só servem para manter um regime de apartheid global contra os povos oprimidos do mundo semi-colonial! Pela abertura das fronteiras - todos os imigrantes são bem-vindos para entrar e viver nos países ricos!

* Derrotar os reacionários, pró-monarquistas do movimento "camisas-verde-" na Tailândia! Promover o rompimento  da base dos  trabalhadores e dos camponeses "camisas vermelhas"  para longe da liderança capitalista  Thaksin "!

* Defender os direitos das mulheres na Índia! Mobilização contra a cultura reacionária do estupro! Pelas unidades armadas de auto-defesa de mulheres e homens progressistas para proteger as mulheres! Não para o feminismo pequeno-burguês - por um movimento revolucionário da classe trabalhadora das mulheres!

* Apoiar o rompimento da  NUMSA e outros sindicatos com relação ao CNA (Congresso naional Africano)e à  facção pró-governo na  COSATU! Chamar a NUMSA para formar um partido dos trabalhadores agora! No entanto, não permitir que os líderes do NUMSA inviabilizem  a perspectiva de uma luta de classes independente  em repetir a "Carta da Liberdade" ou o UDF de Frente Popular, que foi fracassado  programa da política do CNA na década de 1980. Por um novo partido de massas dos trabalhadores com base em um programa revolucionário! Denunciar PCSA-Partido Comunista DE Africa do SUL  stalinista, que faz parte do governo do CNA capitalista e que apoia a repressão da vanguarda dos trabalhadores militantes, como fez durante o massacre Marikana!

Os revolucionários devem intervir na luta de classes e combinar todas as táticas necessárias com a propaganda para um programa de poder da classe trabalhadora, que só pode ser alcançada por uma revolução socialista. Tal programa deve ser construído sobre os métodos descritos pelo Programa de Transição de Trotsky de 1938:

* Construir comitês de ação nos locais de trabalho e nos bairros de trabalhadores! Expulsar dos sindicatos os burocratas e colaboradores dos capitalistas! Pelo controle democrático de base  sobre os sindicatos! Construir frações comunistas revolucionárias dentro dos sindicatos! Transformar o sindicato em instrumentos de militantes para a luta de libertação socialista da classe trabalhadora!

* Pela  uma escala móvel de horas de trabalho até que todos estejam empregados e  sem perda de salários!

* Pelo direito à autodeterminação para todos os agrupamento nacionais oprimidos, garantia  do direito de se separar!

* Pelos  movimentos revolucionários de mulheres, migrantes, jovens, desempregados e minorias nacionais! Pelo direito dos oprimidos de se reunir em organizações de massa dos trabalhadores e seus movimentos!

* Construir comitês e conselhos de trabalhadores, camponeses e pobres para organizar a luta de ação!

* Por milícias armadas dos trabalhadores e  oprimidos!

* Expropriar a classe capitalista! Nacionalizar as grandes empresas e bancos sob controle dos trabalhadores!

* Por um governo dos trabalhadores aliado com os camponeses e pobres urbanos e com base em conselhos e as milícias locais!

* Lutar por novos partidos de trabalhadores e pela   Quinta Internacional de Trabalhadores tendo  como base  um programa revolucionário!

 

Não há futuro sem socialismo!

Não há  socialismo sem revolução!

Não há  revolução sem um partido revolucionário!

 

Nota de rodapé

A Liga Comunista de Austrália não considera a China uma potência imperialista.

 

A Corrente Comunista Revolucionária Internacional (RCI- em Inglês, Paquistão, Sri Lanka, Israel / Palestina Ocupada, Brasil, EUA e Áustria): www.thecommunists.net/

Esquerda Comunista da Austrália: http://communistleftaustralia.yolasite.com/

Editor do blog vansterparlan.v-blog.se (Suécia): http://vansterparlan.v-blog.se

Free Homepage Translation