BRASIL: A GREVE GERAL DE 28 DE ABRIL DEVE SER SÓ O COMEÇO DE MUITAS GREVES FUTURAS

Declaração da Corrente Comunista Revolucionária-CCR para a greve geral nacional de 28 de abril de 2017, http://elmundosocialista.blogspot.com

 

 

 

A grande mobilização dessa data não pode enfraquecer nos próximos dias. É preciso organizar toda essa força de massa para seguir lutando, organizando comitês de luta nos locais de trabalho, estudo e moradia.

 

A burguesia nacional e internacional e seu governo golpista fantoche de Temer e seus asseclas no Congresso estão só esperando nossa desmobilização para aprovarem novas leis que vão retirar direitos históricos como 13º salário, férias, pagamento de hora extra, e forçar-nos a trabalhar até morrer. O golpe de estado que colocou esse governo no poder foi feito exatamente para isso, e sem isso esse governo cai.

 

Qualquer alteração simples desses projetos (Previdência e Trabalhista) alterando a reforma para agradar alguns setores é pura enganação. Seja qual for o texto final, vai ser muito pior do que o que está, para nossas aposentadorias e condições de trabalho, que hoje já são muito ruins. Por isso a necessidade de seguir lutando para derrotar completamente esses projetos e tudo que vier desse governo golpista.

 

Não podemos criar ilusões e esperanças em eleições de 2018. Talvez nem aconteçam eleições. Mesmo que aconteça é muito tempo que eles terão para concretizar os ataques. E nada garante que Lula, o PT, mesmo que ganhem as eleições, cancelem as reformas.

 

A continuidade da luta deve ser nossa preocupação principal. Não podemos dar descanso aos nossos inimigos para assegurarmos nossos direitos históricos após longos anos de trabalho.

 

* Pela criação de comitês de ação nas fábricas, sindicatos, bairros, favelas e regiões periféricas em defesa de nossos direitos e contra o governo dos golpistas! Por comitês de autodefesa dos trabalhadores e pobres nos bairros e periferias!

 

* Pelo cancelamento da Reforma da Previdência e Trabalhista!

 

* Todo apoio à greve nacional dos trabalhadores neste 28 de abril contra a reforma de Previdência e Trabalhista! Os trabalhadores não devem pagar pela crise que eles não provocaram!

 

* Por um partido operário revolucionário- um novo partido mundial da revolução socialista! A Quinta Internacional

 

Free Homepage Translation